Características dos Tecidos dos Colchões

Assim como é importante que um colchão seja produzido com as melhores matérias primas (molas e espumas), é importante que seu acabamento também seja de alto nível, para garantir que sejá produzido o melhor colchão possível.

Em primeiro lugar, é necessário que todos os tecidos recebam tratamento anti-alérgico, anti-ácaro, anti-fungos. Quando for comprar um colchão certifique-se com o vendedor (e confirme pela etiqueta) de que o tecido utilizado tenha este tratamento completo, haja vista a importância do sono na sua saúde.

Atualização: todos os tecidos utilizados na fabricação de colchões, atualmente, precisam dos tratamentos acima citados, ou não estarão adequados à certificação do INMETRO.

Os principais tecidos utilizados na fabricação de colchões são os sintéticos, os mistos e os de fibras naturais.

sintetico 300x225 Características dos Tecidos dos Colchões

Clique para ampliar.

Tecido 100% Sintético

O tecido 100% sintético é produzido exclusivamente para colchões, com poder de absorver o suor, ou qualquer tipo de líquido.

Por ser sintético ele se torna naturalmente anti-alérgico, não sendo propenso ao acúmulo de poeira e materiais orgânicos, além de ser de fácil higienização (limpa-se com um pano úmido de leve).

Devido ao seu processo produtivo, é um tecido de custo relativamente baixo, aliando funcionalidade, conforto e segurança: o tecido sintético não propaga chama.

Maquinetado

maquinetado hotel 225x300 Características dos Tecidos dos Colchões

Clique para ampliar.

O tecido maquinetado tem as mesmas características do tecido sintético. Aliás, o maquinetado é um tipo de tecido sintético.

A diferença deste para o tecido acima comentado está no acabamento.

O maquinetado é um tecido mais encorpado, e o bordado é acetinado e em alto relevo.

A imagem acima refere-se ao maquinetado de cor utilizada em colchões de hotel. colchões de uso doméstico com acabamento em tecido maquinetado geralmente são brancos ou beges, muito raramente ou nunca são marrons.

Jacquard

jacquard 300x225 Características dos Tecidos dos Colchões

Clique para ampliar

O Jacquard não é necessariamente um tecido, mas sim um tipo de trama em que se misturam dois tipos de fibras: normalmente o algodão e o sintético (como o da ilustração acima), mas também podem ser produzidos em um único tipo de fibra, ou em fibras de características mais semelhantes (como a seda e o algodão).

Esta composição torna o jacquard um “tecido” bem encorpado e de toque macio e agradável ao tato. Quanto mais fibra natural nessa mistura, mais macio e fresco.

É comum que os fabricantes de jacquard adicionem bordados ao seu acabamento, o que lhe confere grande beleza, devido às estampas acetinadas.

Trata-se de um material um pouco mais caro, devido à presença da fibra natural (algodão, quando não a própria seda) e principalmente à sua espessura (maior quantidade de fibras por centímetro quadrado).

Atoalhado

atoalhado 300x225 Características dos Tecidos dos Colchões

Clique para ampliar.

O “tecido” atoalhado tem características bastante semelhantes às do jacquard.

Também é um tipo de trama, porém sua superfície é mais aveludada.

Devido à sua maciez, o atoalhado confere uma característica de aconchego no inverno e conforto no verão.

Embora não seja o material mas barato, apresenta um benefício muito atraente considerando-se o seu custo.

Bambu

tecido bambu 225x300 Características dos Tecidos dos Colchões

Clique para ampliar

O bambu é um tecido dito como “ecologicamente correto”, pois em sua composição — afirmam os fabricantes — utilizam-se fibras naturais de bambu.

Este tecido é apresentado como sendo o mais delicado e agradável ao toque, além de proporcionar uma maior sensação de frescor.

É utilizado nos colchões de melhor acabamento e luxo, o que condiz com o seu custo mais elevado do que o das alternativas anteriores.

Leitura recomendada: Tecido de Fibra de Bambu.

Conclusão

Os colchões mais simples costumam ser acabados com tecidos mais baratos, ao contrário dos colchões mais luxuosos que empegam materiais mais caros. Entretanto, o importante ao escolher um colchão para comprar é que ele seja adequado ao gosto de quem vai utilizá-lo, independente do quanto isso vá mexer no seu bolso.

Atenção: o texto acima ampara-se no direito fundamental à manifestação do pensamento, previsto nos arts. 5º, IV e 220 da Constituição Federal de 1988. Vale-se do “animus narrandi”, protegido pela lei e pela jurisprudência (conferir AI nº 505.595, STF).

  

55 Comentários